domingo, 23 de novembro de 2014

Conselho Nacional de Representantes do CNE - 22 nov 2014

Foi realizado ontem dia 22 de Novembro 2014, em Fátima, o Conselho Nacional de Representantes, órgão deliberativo do Corpo Nacional de Escutas.
Na manhã de sábado, foi apresentado pela Junta Central, discutido e colocado a votação, tendo sido aprovado pelos conselheiros, o Plano de atividades e Orçamento da Junta Central para o ano de 2015, com 153 votos.

A tarde do Conselho Nacional abriu com a discussão das formas de expressão do Luto na associação, prevista no artigo 9º do Regulamento de Protocolo do Corpo Nacional de Escutas . Depois do assunto discutido pelos conselheiros foi aprovado que o luto oficial será única e exclusivamente por um período de sete dias e que cada um fica com a liberdade de expressão do respetivo luto individual.

Outro ponto da agenda desta tarde esteve relacionado com a aprovação da introdução da nova insígnia a ser usada pelos Candidatos a Dirigentes. Esta premissa pressupõe uma alteração ao 10º artigo do Regulamento de Uniformes, Distintivos e Bandeiras.
Foi apresentada pelo agrupamento 10 Cedofeita da Região do Porto uma proposta alternativa à insígnia apresentada pela Junta Central. Ambas as propostas foram levadas a votação e a opção escolhida foi a apresentada pelo Agr. 10 de Cedofeita com 98 votos.

Foi também aprovada a proposta que prevê o pagamento dos IUC (Imposto Único de Circulação) dos veículos de toda a associação pela Junta Central que debitará, à posteriori, os montantes às respetivas Junta Regionais. Também no âmbito desta proposta foi aprovada a obrigatoriedade do uso da Via Verde por todos os veículos do CNE no sentido de evitar as multas que decorrem do não pagamento das passagens de veículos do CNE nas antigas SCUTs.

A proposta da Junta Central relativa ao adiamento da implementação dos percursos de formação contínua do novo sistema de formação de adultos por um período de um ano foi igualmente aprovada.

quinta-feira, 20 de novembro de 2014

20 novembro, dia Internacional dos direitos das crianças

"Compromete-te com as crianças, faz da sua proteção uma garantia"
20 novembro, dia Internacional dos direitos das crianças.



DIREITOS DA CRIANÇA
As crianças têm direitos

Em 20 de Novembro de 1989, as Nações Unidas adoptaram por unanimidade
a Convenção sobre os Direitos da Criança (CDC), documento que enuncia um amplo conjunto de direitos fundamentais – os direitos civis e políticos, e também os direitos económicos, sociais e culturais – de todas as crianças, bem como as respectivas disposições para que sejam aplicados.

A CDC não é apenas uma declaração de princípios gerais; quando ratificada, representa um vínculo juridíco para os Estados que a ela aderem, os quais devem adequar as normas de Direito interno às da Convenção, para a promoção e protecção eficaz dos direitos e Liberdades nela consagrados.

Este tratado internacional é um importante instrumento legal devido ao seu carácter universal e tembém pelo facto de ter sido ratificado pela quase totalidade dos Estados do mundo (192). Apenas dois países, os Estados Unidos da América e a Somália, ainda não ratificaram a Convenção sobre os Direitos da Criança.

Portugal ratificou a Convenção em 21 de Setembro de 1990.

A Convenção assenta em quatro pilares fundamentais que estão relacionados com todos os outros
direitos das crianças:

a não discriminação, que significa que todas as crianças têm o direito de desenvolver todo o seu potencial –
todas as crianças, em todas as circunstâncias, em qualquer momento, em qualquer parte do mundo.

o interesse superior da criança deve ser uma consideração prioritária em todas as acções e decisões que
lhe digam respeito.

a sobrevivência e desenvolvimento sublinha a importância vital da garantia de acesso a serviços básicos e
à igualdade de oportunidades para que as crianças possam desenvolver-se plenamente.

a opinião da criança que significa que a voz das crianças deve ser ouvida e tida em conta em todos os assuntos
que se relacionem com os seus direitos.

A Convenção contém 54 artigos, que podem ser divididos em quatro categorias de direitos:

• os direitos à sobrevivência (ex. o direito a cuidados adequados)
• os direitos relativos ao desenvolvimento (ex. o direito à educação)
• os direitos relativos à protecção (ex. o direito de ser protegida contra a exploração)
• os direitos de participação (ex. o direito de exprimir a sua própria opinião)

Para melhor realizar os objectivos da CDC, a Assembleia Geral da ONU adoptou a 25 de Maio de 2000 dois Protocolos Facultativos:

Protocolo Facultativo à Convenção sobre os Direitos da Criança relativo à venda de crianças,
prostituição e pornografia infantis
(ratificado por Portugal a 16 de Maio de 2003);


Protocolo Facultativo à Convenção sobre os Direitos da Criança relativo ao envolvimento de crianças
em conflitos armados
(ratificado por Portugal a 19 de Agosto de 2003);

(fonte: Unicef.pt )



segunda-feira, 17 de novembro de 2014

FOLHINHA - nº 414 - 17 a 30 Novembro de 2014 (clica na foto para ver maior)

folhinha - boletim interparoquial nº 414 de 16 de novembro 2014
(Paróquias de Nogueiró, Tenões, S. Pedro)
Intenções das missas e informações das 3 paróquias
(17 a 30 de novembro de 2014)

quinta-feira, 13 de novembro de 2014

quarta-feira, 12 de novembro de 2014

810 Nogueiró - Missão Ambiente

Mais que uma competição, uma Missão

dia 1 de Dezembro começam as entregas nas farmácias (brevemente colocaremos lista de aderentes)
FICA ATENTO

segunda-feira, 10 de novembro de 2014

FOLHINHA - nº 413 - 10 a 16 Novembro de 2014 (clica na foto para ver maior)

folhinha - boletim interparoquial nº 413 de 9 de novembro 2014
(Paróquias de Nogueiró, Tenões, S. Pedro)
Intenções das missas e informações das 3 paróquias
(10 a 16 de novembro de 2014)


(para ver as fotos maiores clique com o lado direito do rato e abrir link em novo separador)

quinta-feira, 6 de novembro de 2014

6 de Novembro, dia de S. Nuno de Santa Maria

6 de Novembro, dia de S. Nuno de Santa Maria, Patrono do CNE - Corpo Nacional de Escutas, e dos seus dirigentes.
São Nuno de Santa Maria – Patrono do CNE
Nuno Álvares Pereira nasceu em 1360 no Castelo do Bonjardim. Na juventude integrou o séquito de D.Fernando, sendo armado Cavaleiro. Casa com D.Leonor de Alvim, de quem teve uma filha, por obediência a seu pai.
Estando ameaçada a independência nacional, após a morte do Rei, Nuno abraça a causa do Mestre de Avis, nomeado pelo povo Regedor e Defensor do Reino, lutando contra Castela, encabeçando exércitos, sendo nomeado Condestável, e vencendo sucessivas batalhas até à consolidação da nova dinastia.
Profundamente religioso, e devoto de Nossa Senhora, leva uma vida de profunda oração mesmo no campo de batalha, sendo audaz na contenção dos excessos usuais à época nos períodos pós-batalha. Ganha, assim, fama de santidade, fazendo que mesmo os inimigos o admirassem e procurassem conhecer nos períodos de tréguas. Em 1415 participou ainda na Tomada de Ceuta.
Triunfador no campo de batalha e na construção política de uma nova dinastia que assegurava a independência de Portugal, acumula riquezas imensas, tornando-se na pessoa mais rica do Reino.
Após enviuvar, dedica-se à construção do Convento do Carmo em Lisboa, onde em 1422 recolhe como frade, após partilhar todos os seus bens, tomando o nome de Nuno de Santa Maria e entregando-se fervorosamente à oração e à caridade, sendo visto pela cidade a pedir esmola e a acudir aos mais necessitados, seja na doença seja na subsistência.
Morre em 1431, na sua pobre cela, rodeado pelo Rei e pelos Príncipes.

domingo, 2 de novembro de 2014

FOLHINHA - nº 412 - 03 a 09 Novembro de 2014 (clica na foto para ver maior)

folhinha - boletim interparoquial nº 412 de 2 de novembro 2014
(Paróquias de Nogueiró, Tenões, S. Pedro)
Intenções das missas e informações das 3 paróquias
(03 a 09 de novembro de 2014)


(para ver as fotos maiores clique com o lado direito do rato e abrir link em novo separador)